O Natal nos traz um grande consolo

D. Carlos Lema Garcia

Estamos às portas do Natal, em que comemoramos a chegada de Jesus a este mundo. Precisamos parar a nossa correria de fim de ano e pensar que o acontecimento mais importante da história da humanidade é este fato surpreendente: Deus se fez homem. É Jesus Cristo, o Filho de Deus Pai que se encarnou nas entranhas puríssimas da Virgem Maria.

O Natal nos traz um grande consolo: Deus não é um ser longínquo que mora em lugares inacessíveis. Deus não se esconde atrás das nuvens. Não é um padrasto mal-humorado e vingativo. Ele não parou de dar provas do seu amor por nós até que enviou o seu próprio Filho a este mundo, há 2 mil anos. Jesus viveu entre nós, ensinou-nos que Deus é um Pai que nos ama com loucura, que nos perdoa sempre, está continuamente disponível para escutar a nossa oração, sonha com a nossa felicidade, mostrou-nos o caminho que conduz à verdade e, sobretudo, desvendou-nos o mistério da vida após a morte.

Vamos nos aproximar de Jesus com toda a confiança e lhe contar tudo o que precisamos para nós, para as nossas famílias, rezar pelas pessoas doentes, desamparadas, pelas famílias que passarão o Natal como refugiadas fora de suas casas…

Também podemos convidar nossos familiares e amigos para seguirmos a Novena de Natal. Em todo caso, a melhor maneira de viver este tempo natalino é receber a Comunhão na Missa do Natal, procurando fazer antes uma boa Confissão dos erros e pecados que nos inquietam a consciência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para o topo
Facebook
Twitter
Instagram